O que falta no mercado para profissionais de engenharia?
5 minutos de leitura
18 de agosto de 2022

O que falta no mercado para profissionais de engenharia?

Os profissionais de engenharia estão entre os mais bem cotados para serem os “profissionais do futuro”. O termo se refere aos melhores candidatos às vagas relacionadas ao mundo da tecnologia, da construção e do gerenciamento de projetos.

No entanto, os profissionais da área podem ir além da atuação no setor de engenharia. Isso porque os cursos atuais unem conhecimentos específicos que também são de muita valia para a gestão e a operação de processos em outros ramos.

Foi assim, se apresentando como um mercado tão vasto, que as graduações em engenharia chamaram a atenção de muitos estudantes. Contudo, à medida que o número de profissionais aumentou no mercado, surgiu também a necessidade de se especializar para se destacar entre os concorrentes.

Entre tantas possibilidades, hoje o IPOG preparou este artigo para mostrar como os profissionais de engenharia podem alcançar o sucesso profissional e atender às necessidades de um mercado tão competitivo.

Como está o mercado de engenharia para profissionais?

Ao todo, há mais de 30 especialidades de engenharia. Por isso, há um número expressivo de profissionais formados.

Felizmente, os setores têm acompanhado de perto esse aumento de profissionais que buscam por vagas e se adaptaram – tudo de acordo com as novas formas de consumo e as novidades do mercado.

De acordo com dados do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), até julho de 2020, o Brasil tinha exatos 931.838 mil profissionais ativos registrados. Dessa parcela, 37,1% era especializado em engenharia civil. Em números brutos, isso equivale a 398.156 mil profissionais voltados somente a esse ramo.

Logo atrás, ficava a engenharia mecânica e metalúrgica, que aparecia com cerca de 265 mil profissionais registrados. Já a engenharia elétrica contava com 263 mil trabalhadores formais.

Em comum, as áreas de engenharias formam profissionais especializados em fluxos de trabalhos que variam conforme a necessidade da especialização. Indo além dos conhecimentos técnicos, a colocação no mercado depende da atualização constante, tendo em mente as novas soluções digitais que a tecnologia proporciona.

Aliados a essa modernização contínua, os profissionais formados podem desenvolver habilidades para atuar frente à análise de dados e ao fluxo de operações com foco em otimizar etapas e solucionar problemas das empresas.

Ou seja, esse é um potencial em crescimento, e quem quer obter o sucesso profissional pode investir em uma pós-graduação em engenharia, tanto para seguir em tarefas tradicionais da área quanto na consultoria de negócios e gestão de projetos.

O importante é analisar o mercado e se adaptar conforme as necessidades do setor no qual o engenheiro atua ou deseja atuar. Esses profissionais que investem na busca pelo conhecimento são os que têm maior potencial de atingir posições de destaque.

Quais são as engenharias mais procuradas no mercado de trabalho?

As engenharias têm diferentes especialidades e contam com particularidades próprias de acordo com a área escolhida. De acordo com pesquisas de mercado, as que mais se destacam são:

A engenharia civil é a mais popular no Brasil e apresenta boas oportunidades de trabalho. No entanto, com um mercado cada vez mais disputado, há necessidade de desenvolver hard e soft skills para se destacar e alcançar as melhores colocações do mercado.

Logo atrás, a engenharia elétrica também está entre as mais conhecidas. Esses profissionais atuam no desenvolvimento de projetos elétricos de prédios, casas e demais instalações. Também são responsáveis por criar estruturas e componentes elétricos, além de trabalhar a automação de processos.

Já a engenharia de produção foca na otimização e gerência de processos a nível industrial. Hoje, a profissão apresenta alta concorrência e, por isso, a busca por vagas fica mais acentuada, principalmente entre os profissionais sem experiência prévia.

A engenharia de minas também segue com alta procura. Devido aos avanços digitais, os geotécnicos passaram a trabalhar com uma nova dinâmica: a virtualização de minas. Nesses casos, além da formação básica, os profissionais precisam dominar softwares específicos, conhecimentos que podem ser supridos com cursos e uma pós-graduação na área.

Por fim, a engenharia de computação está entre as maiores oportunidades para quem deseja iniciar uma carreira. Isso porque áreas voltadas para a tecnologia da informação seguem aquecidas e com alta procura de profissionais, tanto a nível júnior quanto sênior.

Profissionais qualificados fazem a diferença

As engenharias apresentam características que fomentam a procura por profissionais da “profissão do futuro“. São perfis que lidam de modo direto ou indireto com a análise de dados, a tecnologia, o processo de vendas, a gestão de estratégias e operações.

Sendo assim, esses profissionais estão ligados à transformação digital que impacta os processos internos de muitas empresas.

Para acompanhar essas mudanças e se destacar no mercado, o engenheiro pode se especializar na área e somar conhecimentos que o colocam nas melhores colocações do mercado.

De acordo com o Guia Salarial 2022 da Robert Half Brasil, um engenheiro especialista em dados, por exemplo, tem uma média salarial de 7,7 mil reais por mês.

Outro destaque na lista é o arquiteto de soluções, que apresenta média salarial de 10 mil reais e é responsável por adequar, integrar e desenvolver soluções personalizadas para a empresa.

O que o profissional de engenharia precisa ter para se destacar?

O engenheiro que busca se destacar no mercado precisa unir tech skills e valores comportamentais para garantir as melhores posições no mercado.

Entre algumas das habilidades técnicas necessárias para um engenheiro se destacar, estão:

  • fluência em dois ou mais idiomas;
  • experiência ou domínio em sistema de gestão integrada;
  • domínio de tech skill de engenharia, ligadas às novas tecnologias e soluções digitais;
  • capacidade de se inovar;
  • busca contínua por conhecimento;
  • visão estratégica para negócios e domínios em técnicas de vendas.

Já os valores comportamentais para os engenheiros estão ligados à capacidade de analisar e extrair os melhores resultados. Entre os exemplos mais comuns estão:

  • perfil analítico;
  • capacidade de facilitar processos e operações;
  • equilíbrio emocional;
  • facilidade em comunicar e se relacionar;
  • facilidade em se adaptar à rotina da empresa.

Como encontrar as melhores vagas de engenharia?

Nem sempre as melhores vagas são divulgadas amplamente nos portais. Por isso, o profissional precisa saber se relacionar e conhecer a dinâmica do mercado para encontrá-las.

Confira as dicas que o IPOG preparou para alcançar o sucesso profissional.

1. Networking

O networking está entre as melhores formas de encontrar as melhores vagas de engenharia. Caso não saiba por onde começar, vale a pena reforçar que a pós-graduação põe você em contato direto com outros profissionais.

No caso do IPOG, os docentes têm histórico de sucesso, que apresentam conceitos teóricos, exemplos práticos e dicas para alcançar as melhores colocações do mercado.

Além disso, você se relaciona com outros profissionais que estão na mesma posição e que podem agregar muito na experiência na busca pela vaga dos sonhos.

2. Consuma conteúdo especializado

Ler e aprender sobre novos conteúdos é um modo fácil de somar conhecimentos ao seu repertório. Graças à popularidade de e-books, você pode conhecer diferentes temas em um compilado específico para a área que você busca esses saberes.

Inclusive, fica aqui o convite para você conhecer todos os materiais gratuitos voltados à área de engenharia e arquitetura. Com poucos cliques, você baixa e consome conteúdos preparados por especialistas.

3. Esteja atento às necessidades do mercado

As tendências de engenharias mudam conforme às necessidades do mercado e, consequentemente, geram oportunidades para conhecimentos específicos. 

Portanto, ler notícias, visitar blogs e consumir conteúdos especializados é uma ótima forma de se manter atualizado às novas tendências e não se deixar levar pelo comodismo que pode separar você dos profissionais de destaque.

4. Faça uma pós-graduação na área

Uma pós-graduação na área funciona como um diferencial competitivo que torna o seu currículo diferente dos demais concorrentes à vaga. Além disso, a especialização unida às experiências anteriores valoriza o seu perfil profissional.

Portanto, analise as oportunidades do mercado e trace seu caminho com foco em adquirir mais conhecimento para alcançar as melhores oportunidades na área dos seus sonhos.

Conheça o IPOG

O IPOG está há 20 anos no mercado sendo referência no ensino superior.

Somos uma instituição de ensino superior (IES) credenciada pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC) e com cursos reconhecidos. Além disso, estamos presentes em todas as capitais e principais cidades do país – são mais de 50 unidades distribuídas pelo Brasil.

Ao fazer uma especialização no IPOG, o estudante ganha vantagem competitiva e se alinha às necessidades do mercado.

Conheça nossos cursos e invista em um diferencial competitivo que fará toda a diferença no seu sucesso profissional!

Gostou de saber mais sobre o mercado para profissionais de engenharia? Leia também outros conteúdos em nosso blog:

Artigos relacionados

CEP (Controle Estatístico de Processo): o que é e como fazer o acompanhamento? O Controle Estatístico de Processo, popularmente conhecido como CEP, entre gestores e engenheiros, é um método de aferição de desempenho de processos. Ele é usado especialmente para garantir previsibilidade e eliminar riscos ou surpresas durante a execução do...
A Engenharia não está em crise, afirma professor do IPOG O objetivo do Webinar Diferenciais críticos do profissional de Engenharia em tempos de mercado desafiador, realizado pelo IPOG no dia 25 de junho, foi mostrar como os diferenciais que o profissional apresenta e a sua preparação são cruciais para o seu desempen...
Qual o impacto de uma boa apresentação na arquitetura? Estruturar uma apresentação que conquiste o cliente não é uma tarefa fácil! Muitos profissionais da área de projetos (Arquitetos, Designers, Engenheiros, etc), encontram dificuldade pra vender uma ideia. Por isso, é importante considerar alguns aspectos na hor...

Sobre Assessoria de Comunicação

Equipe de produção de conteúdo.

Comentários